Existem duas versões para a história do futsal. A primeira versão conta que o esporte começou a ser praticado no ano de 1940 por jovens que frequentavam a Associação Cristã de Moços (ACM), em São Paulo. Por causa da ausência de campos, eles jogavam nas quadras de basquete e hóquei e aproveitavam as traves de hóquei como gol.

A segunda versão é que esse esporte foi inventado pelo professor de educação física Juan Carlos Ceriani, em Montevidéu, Uruguai na década de 30. Pelos mesmos motivos da primeira versão, a prática do esporte era nas quadras de basquete pela falta de um campo. Juan percebeu a nova modalidade e chamou o esporte de “indoor football”.

O esporte era composto por cinco ou sete jogadores, e a bola era feita de serragem, crina vegetal ou cortiça. Por isso, era muito leve e saía das quadras com muita facilidade. Além disso, a bola saltava muito.

Para evitar que isso ocorresse com mais frequência, diminuíram o tamanho da bola e aumentaram seu peso. Por esse motivo, o futebol de salão passou a ser conhecido como o “Esporte da bola pesada”.

A partir disso, surgiram as primeiras regras do futebol de salão. No Brasil foi publicado na Revista de Educação Física do estado do Rio de Janeiro, em 1936, as primeiras regras e normas do esporte. Percebe-se nesse momento os caminhos iniciais percorridos para o sucesso do esporte.

Como visto, os maiores praticantes do futebol de salão eram os integrantes das ACMs de São Paulo e do Rio de Janeiro. Como a empolgação com o esporte era muito grande, ele passou a ser mais divulgado, e assim, começou a chegar em clubes recreativos e escolas, onde passou a ser cada vez mais popular. Na década de 40 começaram a aprimorar as regras em todo o Brasil.

No ano de 1949 foi organizado o primeiro torneiro aberto de futebol de salão pela ACM do Rio de Janeiro. A categoria era para meninos de 10 a 15 anos e no ano de 1950 a comissão de Futebol de Salão da ACM de São Paulo foi criada. Essa comissão tomava conta da organização de um grande campeonato em São Paulo, que tinha a intenção incentivar a formação de entidades oficiais e autônomas.

A primeira entidade oficial foi criada em julho de 1954, a Federação Metropolitana de Futebol de Salão do Rio de Janeiro e um ano depois foi criada a Federação Paulista de Futebol de Salão. Ao se juntarem, ficaram responsáveis pela divulgação de intercâmbios de futebol de salão no Brasil.

Em 1958, a Confederação Brasileira de Desportos (CBD) em parceria com as Federações Estaduais arranjaram uma forma de aprimorar as regras do esporte, com intenção de torná-lo uma prática de âmbito nacional, e que envolvesse clubes e seleções estaduais. Para isso, oficializaram a prática do futebol de salão.

Nos anos 60 e 70, o futebol de salão já era considerado um esporte oficialmente organizado e regulamentado, e assim conquistou o continente. A Confederação Sul Americana de Futebol de Salão aproveitou a chance que teve com a filiação de praticamente todos os países da América do Sul e assim passaram a surgir os primeiros campeonatos de clubes e seleções da América do Sul.

A Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA) foi estabelecida no ano de 1971 no Rio de Janeiro. Contava com a integração de 32 países praticantes do futebol de salão no modelo brasileiro. Seu primeiro presidente foi o brasileiro João Havelange, mas por pouco tempo.

A CBD foi extinta no final dos anos 70 devido as mudanças na organização do esporte no país. Assim passou a surgir várias confederações, dentre elas, a oficial até hoje, Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS).

A CBFS conseguiu sua sede própria no ano de 1981 e nesse mesmo ano foi disputado o primeiro campeonato Mundial de Seleções de Futebol de Salão, realizado no Ginásio do Ibirapuera em São Paulo. O Brasil foi o primeiro campeão ao derrotar o Paraguai.

Em 1974 João Havelenge assumiu a presidência da Federação Internacional das Associações de Futebol (FIFA) e em maio de 1990 a FIFA passou a assumir as novas regras do esporte e criou assim o futsal.

Em 2000 o futsal foi incluído nas Olimpíadas de Sidney apenas como um esporte demonstrativo. Foi disputado pela primeira vez nos jogos Pan-Americanos em 2007, no Rio de Janeiro.